Envios não solicitados para a Netflix

Se tiver alguma ideia para uma série de televisão ou um filme, terá certamente curiosidade em saber como pode enviar essa ideia para a Netflix. A Netflix só aceita pedidos através de um agente literário autorizado ou de um produtor, advogado, gestor ou executivo da área do entretenimento com o qual a Netflix tenha um relacionamento preexistente. Qualquer ideia que seja enviada de outra forma é considerada um "envio não solicitado".

A Netflix aceita envios não solicitados?

Quer se trate de uma ideia que o cliente acabou de ter, quer se trate de um guião já concluído, a Netflix não aceita ideias ou materiais não solicitados.

Tudo o que nos é enviado, mesmo aquilo que foi por nós solicitado, tem de chegar à Netflix através de um agente literário autorizado ou de um produtor, advogado, gestor ou executivo da área do entretenimento que já tenha um relacionamento com a Netflix.

Como posso fazer chegar a minha ideia às mãos de alguém que trabalha na Netflix?

Se tiver uma ideia, um guião, um argumento ou uma produção já em desenvolvimento e quiser apresentá-los à Netflix, terá de o fazer através de um agente literário autorizado ou de um produtor, advogado, gestor ou executivo da área do entretenimento que já tenha um relacionamento com a Netflix.

Se não puder recorrer a nenhuma destas entidades, a Netflix não poderá aceitar os seus pedidos não solicitados.

Como é que a Netflix encontra ideias para criar ou comprar séries de televisão e filmes originais?

A Netflix utiliza todos os métodos que se seguem para encontrar os conteúdos novos que pretende comprar ou criar:

  • A Netflix trabalha com uma equipa de executivos e compradores criativos, que recebem sugestões para séries e filmes.

  • A Netflix tem um relacionamento profundo com a comunidade criativa e com agências de talentos, que propõem ideias para séries e filmes.

  • A Netflix pode adquirir obras acabadas em festivais de cinema ou outros eventos consagrados.

  • A Netflix pode criar internamente ideias e contratar argumentistas ou outros criativos para as desenvolver.